10 melhores coisas a fazer

Uma súmula possível, face à diversidade de oportunidades que o país apresenta, de uma forma muito abrangente:

  • Praia, em especial com poucas pessoas onde possa estar e nadar “à vontade”. Tente esquecer o fato de banho ou biquíni, no entanto o importante é que se sinta confortável.
  • Coma e beba como nunca, caso esteja em dieta considere que a dieta também terá direito a férias. Em cada região onde vá, pergunte o que é tradicional: desde entradas, sopa, carne/peixe, vinho/cerveja, até aos doces. Há restaurantes que têm menu de degustação, o que é excelente pois prova um pouco de tudo.
  • Aproveite os miradouros ao longo do país e as montanhas para ver a paisagem, a sua variedade é invejável.
  • As visitas que os inúmeros museus proporcionam são inigualáveis, no entanto os próprios locais onde se inserem são riquíssimos. Tente saber um pouco mais e ficará surpreendido.Tente a sorte nos diversos casinos espalhados de Norte a Sul do país, como os de Lisboa ou do Estoril, da Figueira da Foz (na região Centro), de Espinho (no Norte) ou ainda os de Vilamoura e Monte Gordo (no Sul). Se preferir arriscar a sua sorte “online”, no Casino Epoca Casino, instale a “app” no seu”smartphone” e jogue sempre que quiser.
  • Para festas populares não perca, caso tenha oportunidade: Em Lisboa, as Festas de Santo António que ocorrem por todos os bairros típicos da cidade com o ponto alto a 13 de Junho com as Marchas Populares. No Porto, o São João do Porto, festa popular que tem o ponto alto a 23 Junho. Engraçado como nenhum deles é o real padroeiro das cidades, mas devido às festas estão de tal forma enraizados que facilmente são reconhecidos como tal pela população em geral. Use sapatos confortáveis e prepare-se pois, por vezes, é uma loucura para conseguir dar três passos.
  • Lisboa e Sintra. Porto e Douro. Parque Natural da Arrábida (SetúbLisbon and Sintraal). Caldeira das Sete Cidades (Ponta Delgada). Ponta da Piedade (Lagos). Pico do Arieiro (Funchal). Biblioteca Joanina (Coimbra). Centro Histórico de Guimarães. Centro Histórico de Évora. Piódão (Arganil). Óbidos. Mosteiro da Batalha. Mosteiro de Alcobaça. Costa Vicentina (Sagres). Convento de Cristo (Tomar).

Decida pois, no fundo, são apenas alguns exemplos espalhados por todo o país e com muito a ver na proximidade! Tudo depende do que pretende. Com estas sugestões estará perto de tudo, basta decidir! O importante é partir à descoberta.