Parques e áreas para piqueniques

Portugal tem imensos parques e zonas para piqueniques. Em algumas zonas poderá mesmo grelhar a sua carne ou peixe, no entanto tente saber com antecedência se é possível (são zonas delimitadas que oferecem desde logo as condições necessárias). A principal preocupação são os incêndios florestais.

De qualquer forma, será fácil encontrar um local para um simples piquenique. Tem dúvidas? Só necessita de um pequeno cesto com comida e bebida e uma toalha para estendthe beautiful Basilicaer no chão… Verdade! Por exemplo, pare no Jardim da Estrela, zona central de Lisboa, e depois de espreitar a belíssima basílica em frente, peça um jornal ou livro emprestado no quiosque camarário e deite-se na relva, mas não estranhe se aparecer um bando de patos recém-nascidos perto de si.

Muito interessante será próximo da praia, encontrará imensos locais sob a sombra de uma árvore e perto de um mergulho.

As possibilidades são quase infinitas, desde que respeite o local. Tente deixar o local como o encontrou. Uma embalagem de leite demora até 5 anos a decompor-se, uma beata de cigarro até 10 anos e um saco de plástico até 1000 anos. Vidro demorará mais de 1 milhão de anos. Aliás, com pouco esforço tente deixá-lo melhor do que o encontrou! A preocupação ambiental é transversal a qualquer ser humano, por vezes um pequeno gesto, multiplicado por muitos, poderá fazer toda a diferença para o futuro de todos, especialmente dos mais novos.

Existem parques nas serras, nas praias (junto ao mar ou fluviais), nas florestas e nas cidades. Escolha um e desfrute, o respeito (pelos outros e pela natureza) será realmente o principal.

Há inclusivamente parques preparados com mesas e cadeiras, local para grelhar, casa de banho, caixotes do lixo e perto um café para um pouco de convivência. Terá de descobrir. Ou que tal escolher fazer um piquenique diretamente na praia?